1 de Julho de 2022

‘Crianças não aprendem com pessoas de quem não gostam’, ensinava educadora

Rita Pierson foi professora por mais de 40 anos e inspirou pais e educadores em seu TED Talk sobre o poder dos relacionamentos para o aprendizado
Compartilhe

Na sala de aula, os relacionamentos construídos são fundamentais para a aprendizagem ser efetiva

Rita Pierson cresceu no universo da educação, com avós e pais educadores, até que se tornou educadora também. Em sua experiência de mais de quatro décadas na profissão, certa vez ouviu de uma colega: “Eles não me pagam para gostar das crianças, me pagam para ensinar as lições”. Ao contar o caso em seu Ted Talk, Pierson discorda: “Crianças não aprendem com pessoas de quem elas não gostam”.

A palestra da educadora norte-americana no Ted Talk Educação, “Every kid needs a champion” (“Toda criança precisa de um campeão”), de 2013, foi ministrada meses antes de seu falecimento, ocorrido no mesmo ano, e aborda com muito carisma a importância dos relacionamentos para o aprendizado das crianças. Rita Pierson ilustra seus argumentos com diversos casos de sua vivência em sala de aula, ainda pertinentes e atuais. O impacto das palavras de Pierson são constantemente relembrados nas redes sociais.

De acordo com ela, para que o aprendizado de uma criança seja completo, é preciso apostar no poder das boas relações entre alunos e professores em sala de aula. Conexões construídas no processo de ensino fortalecem a criança, que sente potencial para persistir em novos aprendizados e explorar seu potencial máximo. Os educadores, nesse contexto, possuem um papel fundamental, afirma ela, e podem fazer a diferença na vida do aluno e fortalecer um vínculo que perdure por toda a vida dele.

“Ensinar e aprender deveria trazer alegria. Que poder teria nosso mundo se tivéssemos crianças sem medo de assumir riscos, sem medo de pensar?”

Esse tipo de conexão nem sempre é fácil de ser conquistada. Rita Pierson não deixa de ressaltar ao longo do Ted Educação que já enfrentou classes com muitas dificuldades, e que é preciso admitir que os educadores nem sempre irão gostar de todos os alunos que passam por sua sala de aula. Porém, para as crianças, ter alguém que acredite nelas é essencial para que persistam, aprendam e desenvolvam suas habilidades, mesmo com as dificuldades no processo. 

“Era difícil, terrivelmente difícil. Como eu aumento a autoestima de uma criança e seu desempenho acadêmico ao mesmo tempo?”, ela se questionava.

“E eu lhes dei um discurso que dizia: ‘Eu sou alguém. Eu era alguém quando entrei, e vou ser uma pessoa melhor quando eu sair. Sou poderoso e forte, e eu mereço a educação que recebo aqui.’”

Encorajar as crianças em sala de aula, mostrando que elas são capazes, pode fazer toda a diferença para que ocorra essa mudança mútua de desempenho e autoestima. A educadora comenta sobre uma situação já vivida com um aluno, após aplicar uma prova com 20 questões. O aluno errou 18. “Eu coloquei um +2 no trabalho e um grande sorriso”, Pierson diz. “Por que você está progredindo. Você acertou duas, não errou todas elas.” Essa mudança de perspectiva dá o impulso que o aluno precisa para ver seu potencial, e onde deseja chegar. Ele não irá focar nas 18 que errou, mas observará todo o progresso a ser feito a partir das 2 que acertou, segundo a especialista.

Pierson finaliza seu Ted Talk Educação com uma mensagem inspiradora: “Toda criança merece um campeão, um adulto que nunca irá desistir deles, que entende o poder da conexão e insiste para que elas se tornem o melhor que elas podem ser. Esse trabalho é difícil, mas não impossível. Somos educadores, podemos fazer isso”.

 

Texto: Verônica Fraidenraich
Crédito de foto: Acervo Canguru News
https://cangurunews.com.br


Últimas Publicações

12 de Agosto de 2022

7 mitos e verdades sobre amamentação e sono

A biomédica Monica Andersen e o pediatra Gustavo Moreira, do Instituto do Sono, esclarecem dúvidas relativas ao aleitamento materno e o sono das mães e dos bebês

10 de Agosto de 2022

Por que as crianças não têm ‘bons modos’ à mesa

Não é por falta de boas maneiras que as crianças se levantam da mesa a cada 5 minutos e resistem a usar talheres ‒ há outros motivos que levam a tais comportamentos nas refeições, explicam especialistas

5 de Agosto de 2022

5 sugestões filmes que estimulam a empatia

Quanto mais cedo as crianças aprendem sobre seus sentimentos e se tornam capazes de se colocar no lugar do outro, maiores serão os benefícios em sua vida

3 de Agosto de 2022

Volta às aulas: cuidados para manter a saúde das crianças em dia

Manter a caderneta de vacinação atualizada é fundamental para prevenir doenças; lavagem nasal também é indicada para o bem-estar dos pequenos