Alunos da Prefeitura de Taboão conquistam 400 medalhas na 20ª Olimpíada Brasileira de Astronomia e Astronáutica

Por Ricardo Lima
Foto: Ricardo Vaz

Os alunos das EMEFs Profª Ester Cordeiro de Souza, Machado de Assis, Profª Dalva Barbosa Lima Janson, Ayrton Senna, Ana Mafalda Barbosa de Carvalho, Armando de Andrade e Dr. Anísio Dias dos Reis, conquistaram 400 medalhas na 20ª edição da Olimpíada Brasileira de Astronomia e Astronáutica (OBA). O evento é organizado pela Sociedade Astronômica Brasileira (SAB) em parceria com a Agência Espacial Brasileira (AEB).

Anualmente, cerca de 800 mil alunos de todo o país, tanto de escolas públicas quanto de instituições particulares, participam da competição. No início do ano letivo, a comissão organizadora da OBA repassa às escolas assuntos a serem abordados em sala de aula. O conteúdo varia de acordo com a série/nível a qual os estudantes estão matriculados.

Depois de conhecer os temas, os alunos fazem uma prova de 10 questões, sendo sete sobre astronomia e três sobre astronáutica. A prova é aplicada no mesmo dia em todo o país. Com base nos resultados a comissão organizadora confere medalhas e certificados de participação em nome dos alunos, educadores, diretores e da escola.

Nesta edição, a EMEF Profª Ester Cordeiro de Souza conquistou 186 medalhas, a EMEF Machado de Assis ganhou 160, a EMEF Ayrton Senna conquistou 17 medalhas, a EMEF Armando de Andrade ganhou 14, a EMEF Profª Dalva Barbosa Lima Janson conquistou 13, a EMEF Ana Mafalda Barbosa de Carvalho ganhou seis e a EMEF Doutor Anísio Dias dos Reis conquistou quatro medalhas. Ao todo, foram 400 medalhas divididas entre ouro, prata e bronze.

Segundo o aluno da EMEF Ester Cordeiro de Souza, Davi Oliveira Barros, o projeto valoriza as matérias de geografia, história e ciências. “Eu gosto muito de fazer a prova da OBA, nas aulas de informática no laboratório e em casa através dos simulados online, e estava ansioso para receber minha medalha novamente”, disse.

O projeto é realizado por todos os alunos e tem duração média de três meses, de fevereiro a maio, e acontece sempre até a semana antecedente a aplicação da prova. As aulas acontecem no laboratório de acordo com a grade horária de cada escola, sendo uma aula semanal com cada turma. A olimpíada abrange os três ciclos escolares: Ensino Fundamental I; Ensino Fundamental II e Ensino Médio.

Fonte: Portal O Taboanense