Em Taboão da Serra, placas em inglês nas escolas municipais ajudam na aprendizagem do idioma

Professores de 25 escolas adesivaram palavras em inglês em placas espalhadas por todas as unidades

Divulgação

As placas de sinalização que encontramos por todos os lugares viraram instrumentos de aprendizagem nas escolas municipais de Taboão da Serra. Pensando nos benefícios e facilidades de se aprender uma nova língua na infância, educadores de 25 escolas da rede tiveram a ideia de adesivar palavras em inglês em placas espalhadas por todas as unidades de ensino, a fim de tornar bem natural o aprendizado do idioma mais falado do mundo. Assim, as crianças assimilam as palavras em inglês usadas no dia a dia.

As placas começaram a ser instaladas em algumas escolas pelos próprios alunos do 1º ao 5º ano do Ensino Fundamental I, em ambientes como secretaria, sala dos professores, banheiros e cozinha. “Com estas placas conhecemos palavras muito úteis em inglês e pouco a pouco aprendemos a pronunciar certinho cada uma dessas palavras; além de deixarem a nossa escola com uma aparência bem mais agradável. O professor de inglês está de parabéns”, diz a aluna Maria Luíza de Oliveira, do 5º ano da EMEF Maria Alice Borges Ghion.

Para a educadora Alice Gomes Costa Prado, diretora da EMEF Ana Mafalda Barbosa de Carvalho, o projeto ajuda a desenvolver habilidades básicas. “Uma vez que o inglês é uma língua universal, o recurso das placas de identificação no ambiente escolar é positivo, pois promove uma interação dos alunos com os espaços físicos da escola e também com o novo idioma. A colocação dessas placas traz junto um incentivo à leitura na língua inglesa. É uma forma de valorizar a prática do idioma; um trabalho diferenciado, que com certeza faz a diferença no aprendizado. Os novos olhares e perspectivas sobre a educação são importantes para um ensino de qualidade”, conclui.

A iniciativa do projeto aconteceu durante o Programa de Formação de Educadores 2018, promovido pela Secretaria de Educação, Ciência e Tecnologia, em parceria com a empresa Planneta Educação.

Fonte: O Taboanense