Oficina para professores mostra formas de inclusão de alunos com dificuldades na alfabetização

 

 

Oficina para professores mostra formas de inclusão de alunos com dificuldades na alfabetização 
 

 

 

Como ensinar a alunos tão diferentes dentro de uma mesma sala de aula? Como garantir que todos aprendam e se alfabetizem em tempo oportuno? Este é o grande desafio vivido pelos educadores nos primeiros anos do Ensino Fundamental. Com o objetivo de provocar nos professores uma reflexão sobre o tema e apresentar novos métodos pertinentes à alfabetização e à deficiência intelectual, a Secretaria de Educação de Taboão da Serra, em parceria com a Planneta, promove a oficina Práticas Pedagógicas Inclusivas para Alunos com Deficiência Intelectual.

 

A oficina faz parte do Programa de Formação Continuada dos Educadores da rede municipal de Taboão da Serra. O objetivo é abordar a inclusão, mostrando aos educadores como agir diante de crianças que apresentam dificuldades durante o processo de alfabetização. Além disso, o curso convida os professores a uma reflexão sobre o sistema de escrita alfabética, considerando a sua base fonológica como processo de alfabetização em contexto de letramento, principalmente nos casos de inclusão.

 

Durante as aulas, os educadores poderão conhecer aspectos da deficiência intelectual, focando em suas principais características. Poderão também conhecer, jogar e brincar com materiais próprios para alfabetização, discutindo sobre as bases teórico-metodológicas das atividades propostas.

 

O curso será ministrado pela professora Patrícia Vaz Camargo de Carvalho, mestre na área de alfabetização e distúrbios de aprendizagem, no Auditório da SEDUC (Rua Elizabetta Lips, 166 - Jardim Bom Tempo).

 

 Serão formadas duas turmas, cada uma com dois dias de aula: a primeira nos dias 18 e 25 de abril e a segunda nos dias 19 e 26 de abril, sempre das 19h30 às 22h30.

 

 

 

 

Fonte: Portal o Taboanense