191 alunos campeões de Olimpíada de Astronomia recebem medalhas

 

 

A quarta-feira, 19 de outubro, foi um dia de celebração para pais e familiares de 191 alunos da rede municipal de ensino de Taboão da Serra. À ocasião, a Secretaria de Educação, Ciência e Tecnologia realizou no Cemur a cerimônia de entrega de medalhas e de certificados para os campeões da Olímpiada Brasileira de Astronomia e Astronáutica (OBA 2016).
 
Dos 191 alunos que se destacaram na Olimpíada, 173 estudam na EMEF Profª. Ester Cordeiro de Souza,oito na EMEF Ayrton Senna, três na EMEF Armando Andrade e três na EMEF Cecília Meireles. Quatro alunos da EMEF Paulo Freire também conquistaram medalhas de bronze na OBA 2016, porém não participaram da cerimônia do Cemur, pois a escola já havia realizado a entrega de medalhas.
 

 

 img 7925
Pais e familiares de 187 alunos participaram da cerimônia de entrega das medalhas para os vencedores da OBA 2016.
 

Nem mesmo as escolas particulares do município atingiram o excelente resultadosdas escolas públicas. Juntos, os alunos das instituições particulares conquistaram 31 medalhas, ou seja, os estudantes da Rede Municipal de Ensino conquistaram seis vezes mais medalhas do que os alunos das escolas particulares.

 

 

img 7913

Alunos das escolas da Prefeitura de Taboão conquistaram seis vezes mais medalhas que estudantes de instituições particulares

 

Um dos alunos que se destacaram na competição foi Kauã Jesus Gomes Carvalho, 10 anos, que conquistou medalha de Prata. O garoto que mora no Jardim Recordcom a mãe Dayane Gomes, é aluno EMEFProfª. Ester Cordeiro de Sousa e do CIADEVA. Ele sonha em ser músico – inclusive já toca teclado - motorista ou mesmo astronauta e ter a própria espaçonave. Kauã relembrou o dia em que conheceu um planetário, através de uma ONG que levou o equipamento para a escola. “Eu adorei. No planetário eu aprendi que Júpiter é maior planeta do sistema solar”, disse.

 

 

premio900000

O aluno Kauã, que conquistou medalha de Prata na competição, ao lado da mãe Dayane. (Foto: Divulgação/FB)

 

Emocionada, a mãe de Kauã com o apoio dos professores, em especial da Profª. Berenice Cruz (Berê), do CIADEVA, diz sempre encoraja o filho a seguir novos caminhos. “É muita emoção e muito orgulho, não cabe no peito. Sempre incentivo ele de todas as formas possíveis. Como ele é deficiente visual, sempre procuramos vídeos com áudio descrição, incentivamos a leitura e que acompanhe programas educativos. Já expliquei para ele que motorista ele não pode ser, mas sempre relembramos que ele pode ser o que quiser”, disse Dayane.
 

 

OBA

 

 

Organizada pela Sociedade Astronômica Brasileira (SAB) em parceria com a Agência Espacial Brasileira (AEB), a Olimpíada Brasileira de Astronomia e Astronáutica (OBA) conta com livre adesão das escolas. Este ano, os alunos de Taboão da Serra concorreram com 744.107 estudantes de 7.895 escolas tanto públicas, quanto particulares de todo o país.

 

 

No início do ano letivo, a comissão organizadora da OBA repassa às escolas assuntos a serem abordados em sala de aula. O conteúdo varia de acordo com a série/nível a qual os estudantes estão matriculados.Após conhecerem os temas, os alunos fazem uma prova de 10 questões, sendo sete sobre astronomia e três sobre astronáutica. A prova é aplicada no mesmo dia em todo o país. Com base nos resultados a comissão organizadora confere medalhas e certificados de participação em nome dos alunos, educadores, diretores e da escola.

 

 

Fonte: Prefeitura Municiapl de Taboão da Serra